Acampamento Ecolojovem 2017



De 24 a 27 de agosto, realizou-se mais uma edição do acampamento da Ecolojovem que, este ano, teve lugar no Parque de Campismo de Monsanto e contou com a participação de cerca de 35 jovens. Tratou-se de uma iniciativa com a duração de 4 dias em que as questões ambientais, como os transportes, a mobilidade, os espaços verdes e a promoção da produção e consumo local, foram debatidas e colocadas na linha da frente da discussão política pelos jovens ecologistas.
A Ecolojovem - Os Verdes considera que é fundamental uma rede de transportes públicos coletivos que sirva as populações, com qualidade, com preços socialmente justos, que ofereça alternativas sustentáveis ao transporte individual e que contribua para uma melhoria da qualidade ambiental.
A Linha de Cascais, que serve as populações de vários concelhos da grande Lisboa, tem vindo a degradar-se ao longo dos anos, com incumprimento de horários e supressão de comboios. Para a Ecolojovem – Os Verdes, esta linha ferroviária deve assegurar um serviço público sério e responsável e, por isso, no âmbito das ações feitas para estes 4 dias, os jovens ecologistas realizaram uma viagem de comboio na Linha de Cascais, onde, em contato direto com os utentes, afirmaram a importância do direito à mobilidade.

Organizaram uma “Conversa Ecologista” sobre o tema da mobilidade e da sua influência nas alterações climáticas, uma ação em que participarou a Deputada do PEV e candidata à presidência da Câmara Municipal de Oeiras, pela CDU, Heloísa Apolónia.

A Ecolojovem defende um desenvolvimento sustentado que respeite o ambiente, o património cultural e natural, a prática desportiva, o lazer e o acesso público ao Jamor. E, para realçar esta temática, uma das iniciativas no acampamento consistiu num passeio de canoa no Jamor. Esta ação visou defender o acesso público ao Jamor e protestar contra mais betão e pressão urbanística na orla ribeirinha e no vale do Jamor.

No que toca ao Concelho de Lisboa, a Ecolojovem considera que Monsanto é uma importante estrutura verde para a Área Metropolitana de Lisboa e é um espaço fundamental para a conservação da natureza e a defesa da biodiversidade. É preciso garantir que Monsanto está ao serviço dos cidadãos e que é preservado. Por isso mesmo, a juventude ecologista organizou, no dia 26 de Agosto de manhã, uma caminhada por Monsanto que contarou com a presença do Deputado ecologista José Luís Ferreira, e do vereador e candidato à Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moura.

Sem comentários: