Dia Internacional da Privacidade de Dados


O Dia Internacional da Privacidade de Dados (28 de Janeiro) foi criado com o propósito de alertar as pessoas para os dados que disponibilizam online, bem como as diferentes formas que existem de acesso aos seus dados pessoais.
Pouco se sabia em relação a este tema até há pouco tempo, embora existissem algumas suspeitas. Este tema começou a ser amplamente debatido após os casos do WikiLeaks e do Snowden que fizeram manchentes e abriram telejornais um pouco por todo o mundo alertando os cidadãos de que estavam a ser observados e espiados pelos seus próprios governos através das mais diversas formas, a maioria das quais recorrendo aos dados de redes sociais, dados inseridos em plataformas como as finanças, a segurança social ou contas bancárias. Outros dados são ainda recolhidos hackeando os computadores dos cidadãos retirando informações, imagens, localizações, entre outros dados.
Num País democrático, que muito sofreu no período fascista, a liberdade e a privacidade são valores pelos quais se deve pugnar sempre.
A Ecolojovem repudia todas as formas de espionagem que é feita com o intuito de monitorizar, alienar e controlar os seus cidadãos.
Viva o Dia Internacional da Privacidade de Dados!

Sem comentários: