28 de Março – Dia Nacional da Juventude


No passado dia 28 de março, assinalou-se o Dia Nacional da Juventude. Milhares de jovens realizaram uma marcha desde a Praça da Figueira até ao Largo Camões, em Lisboa.

O dia 28 de março, como todos os dias, são dias, horas e segundos para denunciar as políticas de sucessivos governos que já empurraram mais de 500 mil jovens para o desemprego, deixando milhares sem qualquer proteção social. Políticas que desde 2011 destruíram mais de 240 mil postos de trabalho, sendo que 87% eram ocupados por jovens. Políticas que apenas dão como alternativas o trabalho precário, sem direitos, salários de miséria e a emigração.

A Ecolojovem - «Os Verdes» exige uma mudança de políticas, que tenham presente a preocupação dos jovens, as nossas reivindicações, os nossos anseios, que efetivem a criação de emprego com direitos, que assegurem a conciliação entre o trabalho e a vida familiar e pessoal, o nosso direito à qualidade de vida e à emancipação, princípios desde sempre inscritos na Constituição da República Portuguesa.

A Ecolojovem - «Os Verdes» considera ainda que o anunciado Programa VEM do atual governo PSD/CDS é mais uma “manobra de diversão” de um governo morto e sem quaisquer condições para continuar a “desgovernar” o nosso país. Depois de ter aconselhado paternalmente os nossos jovens a emigrar e abandonar o país, o primeiro-ministro pretende agora o regresso desses jovens para o seu país, quando já demonstrou que não tem como lhes devolver a esperança e assegurar as condições para uma vida digna e com trabalho.

Os Jovens Ecologistas continuam a lutar por uma mudança de políticas, que permitam aos jovens portugueses estudar, trabalhar e viver no seu país, com direitos e qualidade de vida, e por isso, associaram-se à marcha promovida pela Interjovem/CGTP-IN no Dia Nacional da Juventude.

A Ecolojovem - «Os Verdes» defende que é na força que a Juventude concentra em si que reside a força para uma mudança necessária.





Sem comentários: