Intervenção da Ecolojovem na XII Convenção do Partido Ecologista «Os Verdes»

Boa noite,
Companheiros e Amigos,
Caros delegados e estimados convidados:
A Ecolojovem – «Os Verdes», a organização de juventude do Partido Ecologista «Os Verdes», ao longo dos seus 23 anos de existência, tem-se dedicado a questões específicas da juventude, fazendo, de uma maneira muito própria, a discussão de temas que afectam os jovens, sendo um espaço de diálogo, de reflexão, de convívio e de acção, actuando com base no programa e nos objectivos do Partido.
Apresentamos soluções e propostas possíveis de cumprir e de concretizar.
Temos lutado pela construção de uma sociedade sem exploração, sem injustiças e desigualdades, onde a juventude possa ver concretizados os seus sonhos e aspirações e ter um futuro melhor!
A Ecolojovem acredita que a transformação da sociedade passa, fundamentalmente, pela participação e intervenção dos jovens.
E, para isso, não basta conhecermos a realidade.
É preciso agir em todos os locais onde possamos encontrar jovens.
É preciso ir onde estão os jovens e contactá-los.
O papel de cada jovem ecologista tem de ser o de esclarecer, alertar e mobilizar.
Principalmente numa altura em que os jovens vivem uma situação extremamente difícil, num contexto de crescentes ataques, a acção da Ecolojovem é, cada vez mais, a resposta necessária.
Têm sido ínúmeros os ataques, por parte dos sucessivos governos, a várias áreas que atingem os jovens.
E o actual governo PSD/CDS-PP tem-lo feito de forma violenta e cega.
No ensino os custos são cada vez mais elevados e os apoios cada vez menores, levando muitos jovens, diariamente, a abandonar o ensino.
Há estabelecimentos de ensino com falta de condições materiais e humanas.
O Estatuto do Aluno só serve para aumentar a repressão.
Estamos cada vez mais longe da escola pública, gratuita, de qualidade, democrática e para todos.
O desemprego atinge de forma brutal os jovens.
A precariedade afecta milhares de jovens e muitos vêem-se obrigados a abandonar o país porque cá não são criadas condições.
Os apoios à habitação são insuficientes o que faz com que os jovens não se consigam emancipar e sair de casa dos pais.
O desporto e a cultura são apenas para os que podem pagar.
O associativismo juvenil tem visto reduzido o seu financiamento, o que acaba por limitar e reduzir a participação e intervenção dos jovens.
A par dos sucessivos ataques no sector dos transportes, o que condiciona e limita a mobilidade dos jovens, tem havido constantes aumentos dos títulos de transporte e o governo decidiu cortar os passes escolares.
Perante este cenário de graves ofensivas e dificuldades, a Ecolojovem – “Os Verdes” tem realizado um conjunto de acções direccionadas para os jovens e para os problemas específicos da juventude. Temos realizado reuniões e encontros por todo o país, de forma a contactar jovens de diferentes regiões e a tomar conhecimento dos problemas que os afectam.
Todos os anos temos realizado Acampamentos de Verão, em diferentes distritos e sob várias temáticas, como por exemplo a defesa da água, a produção nacional, a defesa da Arrábida, contra as assimetrias regionais, entre outros.
Os acampamentos representam um dos maiores momentos da Ecolojovem, onde participam companheiros e amigos de todo o país, onde podemos aprofundar conhecimentos, esclarecer, divulgar a acção e os objectivos da organização, sempre num ambiente de boa disposição, de partilha e de companheirismo.
O Acampamento deste ano já está marcado e será no distrito de Braga, de 22 a 26 de Agosto.
A Ecolojovem, que tem integrado as plataformas que promovem os Acampamentos em defesa da Paz, realizados em Avis, tem participado activamente nesses acampamentos e nas várias iniciativas que têm sido realizadas.
Este ano, mais uma vez, estaremos presentes no Acampamento da Paz, fazendo parte da Plataforma “Juventude com futuro é com a Constituição do presente.
A Ecolojovem tem ainda marcado presença em vários eventos e manifestações como as de estudantes e de jovens trabalhadores.
Temos participado activamente nas actividades em órgãos onde estamos representados, como o Conselho Nacional de Juventude e a Federação de Jovens Verdes Europeus.
Participámos ainda no Festival Mundial da Juventude e dos Estudantes, na África do Sul.
Também nas campanhas eleitorais a Ecolojovem tem desempenhado um papel relevante na divulgação, na informação, na mobilização e no reforço do projecto.
Temos uma publicação regular, o Ecoboletim, onde se encontram posições sobre vários assuntos que afetam directamente os jovens.
Criámos um blogue que actualizamos regularmente com propostas, tomadas de posição e divulgação de iniciativas.
Na Folha Verde, a publicação de «Os Verdes», temos igualmente um espaço próprio onde temos um artigo de opinião, que num regime de rotatividade tem contado com a participação de vários companheiros.
Companheiros, não podemos deixar de referir que todo este trabalho não seria possível sem a dedicação e o empenho de todos os companheiros da Ecolojovem e dos companheiros que ao longo dos tempos fizeram parte da organização.
A Ecolojovem não conseguiria fazer o trabalho que tem feito sem «Os Verdes» e o apoio e cooperação que têm estado sempre presentes.
Reforçar a Ecolojovem é contribuir para que «Os Verdes» sejam cada vez mais fortes!
E a Ecolojovem tem dado um importante contributo na angariação e mobilização de novos membros. Juntos vamos transformar a indignação em acção e ser a força de esperança e de mudança, ser a força irreverente e criativa, sempre com espírito de participação, de iniciativa, de afirmação e de responsabilidade individual e colectiva.
O Partido Ecologista «Os Verdes» pode continuar a contar com a Ecolojovem no reforço da acção ecologista.
Os jovens podem continuar a contar com a Ecolojovem por um presente e um futuro melhores.
Viva a Juventude!
Viva a Ecolojovem - «Os Verdes»!
Viva o Partido Ecologista «Os Verdes»

Sem comentários: