Ecolojovem - «Os Verdes» presente na Assembleia Geral do Conselho Nacional de Juventude

No passado dia 19 de Junho, teve lugar no Auditório da Junta de Freguesia de Campolide, a Assembleia Geral Extraordinária do CNJ.
A Ecolojovem - «Os Verdes» apresentou uma Moção para a Defesa da Agricultura Biológica, contra a Desertificação, que foi aprovada com 9 votos a favor e 1 abstenção.

Moção
“Em defesa da Agricultura Biológica contra a Desertificação”



Desde 1995, que a Assembleia-Geral das Nações Unidas, assinala a 17 de Junho o Dia Internacional de Luta contra a Desertificação e a Seca, no sentido de desenvolver a cooperação internacional no combate a estas problemáticas, alertando e sensibilizando os governos e a opinião pública.


Numa altura em que a desertificação e a degradação dos solos afectam um terço da superfície da Terra, ameaçando o bem-estar de mil milhões de pessoas, e causando diversas migrações, estima-se que em 2050 a população mundial afectada rondará os 200 milhões. Reconhecendo que as alterações climáticas contribuíram para essa situação, mas que são apenas um dos factores, sendo necessário, repensar as práticas agrícolas e a forma como são geridos os recursos hídricos.


Considerando que cada vez mais existem problemas nos domínios agrícola, rural, recursos naturais, alimentação e saúde pública, que a redução da biodiversidade, os riscos dos organismos geneticamente modificados (OGM’s), a contaminação de produtos foram motivos que levaram à procura de modelos de desenvolvimento sustentável, com regras, princípios e práticas que noutros tempos eram usados e que agora fazem parte da agricultura biológica.


A agricultura biológica tem como base o reconhecimento da existência em comum da saúde do solo, saúde dos animais e dos seres humanos, não descuidando os ecossistemas agrícolas, e tem vindo a afirmar-se como uma forma mais sã de produzir alimentos, com vantagens para a sociedade e o ambiente, promovendo a biodiversidade, pela não utilização de adubos e pesticidas químicos de síntese, assim como hormonas e antibióticos promotores de crescimento.


Portugal possui potencialidades edafo-climáticas, grande diversidade de fauna e flora autóctones que ajudam a potenciar o crescimento da agricultura biológica. Os consumidores dos produtos de agricultura biológica têm vindo a aumentar, apesar do preço destes produtos ser superior aos da agricultura tradicional.


O Conselho Nacional de Juventude – CNJ – reunido em Assembleia Geral, delibera:
- sensibilizar e alertar a sociedade para o consumo de produtos de modo biológico, promovendo iniciativas próprias, apoiando e associando-se a acções, iniciativas e campanhas diversas;


- exigir a efectiva aplicação de políticas de promoção e defesa do modo de produção biológico, em particular junto dos jovens agricultores, de modo a fomentar um verdadeiro desenvolvimento ambiental, social e económico.


Lisboa, 19 de Junho de 2011

Sem comentários: