"Os Verdes" acusam o Governo de teimosia, arrogância e cegueira política

“Os Verdes”, no passado dia 19, interpelaram o Governo sobre Ambiente, Desenvolvimento e Política Energética, no dia em que foi publicamente conhecido o aval político dado pelo Ministério do Ambiente ao Estudo de Impacto Ambiental da Barragem da Foz do Rio Tua.
Este Parecer foi a gota de água que fez transbordar o limite da paciência face à incúria de um Ministério que, de Ambiente, tem cada vez menos.
"Os Verdes" acusaram o Governo de insistir em opções energéticas que são falsas soluções para os problemas energéticos de Portugal, de desprezar as críticas de especialistas, académicos, ambientalistas, populações, associações locais e nacionais, e de não querer ver quando os impactos negativos são claramente superiores aos benefícios prometidos.
"A Barragem da Foz do Tua é o exemplo mais acabado disso mesmo, integrada no chamado Programa Nacional de Barragens de Elevado Potencial Hidroeléctrico, um programa apresentado como verde e como novo mas que nem de novo nem de verde tem nada."

aqui a intervenção do deputado Francisco Madeira Lopes.

Sem comentários: