Intervenção de Cláudia Madeira, Candidata dos Verdes nas listas CDU ao Parlamento Europeu

Amigos e companheiros!
Boa tarde a todos os que aqui estão hoje nesta iniciativa da Juventude CDU!
Saúdo todos os membros e amigos da JCP, da Ecolojovem e independentes.
É com muito orgulho e empenho que a Ecolojovem – “Os Verdes” integra a Juventude CDU. Acreditamos que neste espaço há o entendimento, a força e a vontade de trabalhar rumo a uma mudança necessária.
A situação que vivemos hoje faz com que esta mudança seja cada vez mais necessária, urgente e inadiável.
Este ano teremos três actos eleitorais, começando pelas eleições para o Parlamento Europeu, já no dia 7 de Junho; portanto daqui a menos de um mês.
Na CDU encontramos o espaço da juventude que se preocupa, que se interessa e que luta pelos seus direitos, que luta por uma vida melhor.
A CDU reconhece nos jovens a força e a capacidade de mudança, sabe que os jovens são elementos que transformam a sociedade, que não encaram as situações como sendo inevitáveis, mas sim como situações que podem e devem ser combatidas e alteradas.
Exactamente por isso, encontramos nas listas da Coligação Democrática Unitária vários candidatos jovens. Para levar a voz dos jovens onde ela é necessária: nas autarquias, na Assembleia da República e no Parlamento Europeu.
A Juventude CDU, composta pela JCP, pela Ecolojovem e por milhares de jovens, identifica-se e revê-se neste projecto precisamente porque aqui temos o nosso espaço, a nossa voz e sabemos que estamos a contribuir decisivamente para reforçar e fortalecer a CDU.
A lista de candidatos às Eleições Europeias é uma lista com grande potencial, reunindo homens e mulheres das mais diversas áreas, jovens, pessoas experientes, candidatos empenhados nesta batalha, que têm participado activamente na campanha, por todo o país, falando com a população, com os jovens, ouvindo as suas propostas, as suas necessidades e aspirações.E só assim conseguimos chegar a tantos jovens!
A situação difícil e delicada que afecta os jovens cá não está desligada das políticas fomentadas pela União Europeia:
a privatização do ensino, o desmantelamento da escola pública e democrática, o encerramento de escolas, o aumento dos custos com o ensino e a educação, a desvalorização da acção social escolar, o desemprego e a precariedade, os baixos salários e as discriminações salariais e a dificuldade no acesso à habitação própria.
Estes são apenas alguns dos aspectos que em muito contribuem para a instabilidade, a insegurança e as dificuldades na vida dos jovens.
Os deputados da CDU no Parlamento Europeu, tal como cá na Assembleia da República e nos órgãos do poder local, têm defendido o direito a uma educação pública, gratuita e de qualidade, intervieram contra o Processo de Bolonha e a privatização do ensino superior, rejeitaram a mercantilização da educação e do conhecimento, defenderam o direito à educação sexual nas escolas e o acesso ao planeamento familiar, defenderam o direito à prática desportiva, pois as políticas da União Europeia e os sucessivos governos nacionais têm condicionado o acesso à prática desportiva a amplas camadas da população.
Defenderam o ambiente, a salvaguarda dos recursos naturais, defenderam o sector energético e a água como um bem público e um direito.
Rejeitaram as políticas ambientais que se sujeitam aos interesses do capital.
Defenderam a paz, a cooperação e a solidariedade entre os povos.
E serão estes princípios e estas linhas de orientação e de acção que marcam e marcarão as três eleições que se aproximam.
Perante a situação actual que afecta milhares de jovens, este ano apresenta-se, exactamente pelo facto de termos três eleições, uma excelente oportunidade para mudar de rumo e de políticas.
Todos os jovens que estão preocupados e insatisfeitos com o rumo que Portugal e a Europa está a tomar, todos os que são afectados e prejudicados pelas políticas de direita e que reclamam por uma vida melhor, encontram na Juventude CDU a alternativa.
Todos os jovens portugueses têm a ganhar com o reforço da representação da CDU no Parlamento Europeu, tal como nos órgãos nacionais e locais.
Por isso, companheiros e amigos, este reforço é muito importante.
É comum pensar-se, principalmente entre os jovens, que as eleições para o Parlamento Europeu têm pouca influência sobre nós. Mas a verdade, como já vimos, é que grande parte das políticas implementadas cá e que vêm piorar a nossa qualidade de vida, são decididas na União Europeia, com o apoio dos deputados do PS, do PSD e do CDS-PP.
As eleições Europeias assumem uma grande importância pois votando decides quem queres que defenda os teus interesses no Parlamento Europeu.
Sem a CDU, a Europa e Portugal estão entregues a um processo que não salvaguarda a defesa do ambiente, dos interesses dos estudantes, dos trabalhadores, dos jovens, do povo e do país.
A Ecolojovem – “Os Verdes” quer continuar a contribuir para uma sociedade mais justa, mais digna, por um país ambientalmente sustentável, por uma Europa de solidariedade e por um mundo de paz.
Defendemos uma Europa que responda às necessidades dos jovens, uma Europa que tenha deputados que defendam os nossos direitos.
Defendemos uma Europa de inclusão, aberta e onde os direitos são iguais para todos.
Defendemos uma Europa mais social, com mais emprego, melhores salários, que garanta o acesso à saúde e à educação públicas, gratuitas e de qualidade, e que garanta o acesso a uma habitação digna.
Defendemos uma Europa onde os jovens participem mais, onde os processos de decisão sejam mais transparentes, participados e democráticos.
Defendemos uma Europa mais verde e ambientalmente mais sustentável onde o combate às alterações climáticas seja uma prioridade, uma Europa sem nuclear, que invista em fontes de energia renováveis e sustentáveis e onde os transportes colectivos, principalmente a ferrovia, sejam apoiados, defendendo a sua gestão pública, com preços socialmente justos e com a generalização do passe social.
Para reforçarmos o nosso projecto, cá em Portugal como na Europa, precisamos da intervenção e da participação de todos nós.
Por isso, já no próximo dia 7 de Junho vamos todos votar, já com o compromisso de levarmos esta luta, esta força, até às outras duas eleições.
E contando com todos vocês, termino fazendo um apelo a todos os que aqui estão para se juntarem a nós, na grande Marcha da CDU que se vai realizar no próximo dia 23 de Maio.É uma Marcha de confiança, de protesto e de luta! De uma nova política para uma vida melhor! Será uma afirmação da CDU e da Juventude CDU!Contamos com todos vocês, e contamos que tragam mais um amigo.
Por uma Europa para os jovens, por um Portugal para os jovens!
Viva a CDU!E viva a Juventude CDU!
Cláudia Madeira
Iniciativa Juventude CDU15/05/2009 - Largo Chiado

Sem comentários: