Ecolojovem na Assembleia Geral da Federação dos Jovens Verdes Europeus

"A Ecolojovem – “Os Verdes”, representada por Cláudia Madeira e Júlio Sá, participou na Assembleia Geral da Federação dos Jovens Verdes Europeus - FYEG -, que decorreu na Holanda, na cidade de Maastricht, de 23 a 26 de Abril.
A FYEG foi fundada em 1988, na Bélgica, tendo sido a Ecolojovem – “Os Verdes” um dos seus membros fundadores, com o objectivo de reunir jovens Verdes de toda a Europa, de forma a promover e incentivar uma acção mais ecologista a nível europeu.
São organizados vários eventos ao longo do ano, como os acampamentos de Verão e de Inverno, diversas conferências e seminários, campanhas, grupos de trabalhos, entre outras acções.
Uma vez por ano, a FYEG realiza uma reunião formal, a Assembleia Geral, onde as Organizações Membro, através dos seus delegados, elegem o Comité Executivo e decidem sobre políticas e estratégias a adoptar, visando uma Europa mais Verde.
Este ano, cerca de cem jovens Verdes de toda Europa participaram nesta Assembleia onde foi eleito um novo Comité Executivo e se alargou a organização a seis novos Membros: Albânia, Arménia, Geórgia, Grécia, Eslováquia e Tirol do Sul.
Durante estes dias, foi também realizada uma Conferência, intercalada com a Assembleia Geral, que contou com a participação de alguns membros do Partido Verde Europeu e de muitos jovens. Esteve em discussão o passado, o presente e o futuro da Europa e os discursos abrangeram temas como os Tratados, as instituições europeias, a militarização, a juventude e a União Europeia e o papel desta face à actual situação de crise.
No final da Conferência realizou-se uma acção de rua, organizada pelos Verdes holandeses, onde se pedia às pessoas que assinassem uma petição, apoiando o projecto Verde para a Europa, o Novo Acordo Verde, que consiste num conjunto de propostas e soluções, apontando uma nova direcção para a Europa tanto a nível ambiental, como social e económico.
Ao longo dos tempos a Ecolojovem – “Os Verdes” tem marcado a sua presença nas Assembleias Gerais da FYEG por considerar que é um momento de grande interesse para definir posições e delinear estratégias e acções para alcançar a sociedade e a Europa que se defende.
Neste ano de eleições para o Parlamento Europeu, esta reunião revestiu-se de maior importância porque se debateu, precisamente, as eleições europeias, como cada organização está a preparar a campanha, o que se espera destas eleições e o que se pretende da União Europeia.
Aliás, os trabalhos iniciaram-se precisamente com debates sobre as eleições, que contaram com a participação de jovens candidatos ao Parlamento Europeu.
Um aspecto que esteve sempre presente foi a importância do envolvimento dos jovens neste processo de tomada de decisão.
Num outro momento da Assembleia Geral, foram apresentadas várias resoluções sobre temas como as drogas, a minoria Roma e as políticas europeias de juventude. Este último documento mais geral englobava várias áreas como a habitação, o emprego, a educação, a saúde e a mobilidade.
Na discussão e votação destes documentos políticos, a Ecolojovem propôs algumas alterações que considerou virem a enriquecer estas tomadas de posição por se aproximarem mais dos princípios e linhas de orientação dos jovens Verdes portugueses, e por se considerar ser o que mais se aproxima da Europa solidária, justa e sustentável que se defende e para a qual se trabalha.
Um outro ponto que marcou este encontro foi a apresentação da campanha comum para as eleições europeias que pode ser adoptada pelas diferentes organizações, dando-se a conhecer os materiais disponibilizados.
Este encontro de jovens verdes europeus ficou assinalado por ter possibilitado a convivência e intercâmbio de ideias e de experiências entre jovens de diferentes países e, acima de tudo, por ter permitido optar por decisões e posições que vão de encontro ao que a Ecolojovem – “Os Verdes” defende e para o qual trabalha diariamente pois só assim conseguiremos uma Europa mais equilibrada e sustentável e, só assim, os jovens conseguirão a qualidade de vida a que têm direito.
Foi igualmente possível conhecer diferentes perspectivas e concepções e tomar conhecimento de outras realidades.
Futuramente, pretendemos continuar a alargar a nossa participação e posição nas acções promovidas pela FYEG, com o objectivo de reforçar o projecto da Ecolojovem não só a nível nacional, como europeu. "

Artigo publicado na newsletter Contacto Verde

http://www.osverdes.pt/contactov.asp?edt=63

Sem comentários: